Por que o Brasil Precisa Urgentemente de Mais Engenheiros do que Advogados e Médicos? Em destaque

Por

2 de 2 pessoas acharam esta avaliação útil
★★
Parabéns pelo artigo
Sou alagoano e estudante de medicina mas sempre gostei muito das áreas exatas. Acredito em tudo que você mencionou no artigo. Porém, não acho que escolas de engenharia devam ser abertas de forma a aumentar o número de engenheiros rapidamente. Por exemplo, escolas de direito são abertas a todo momento com a justificativa do exame de ordem. Já estão querendo fazer o mesmo com a medicina (garanto que todo estudante ou médico é contra isso, exceto os "futuros diretores destas faculdades"). Abrir escolas novas deve ser feito com responsabilidade e não como ocorre nos cursos citados. Acho ainda que tão importante quanto formar engenheiros é formar professores e oferecer meios para que possam trabalhar
Resposta do autor

Caro Dyego, Muito obrigado por seu elogio. Concordo contigo que a abertura de novas faculdades de engenharia deva ser feito com muito critério, inclusive adotando-se exames no final do curso como fazem a OAB e o Conselho Federal de Contabilidade. Também concordo contigo que formar e remunerar muito bem os professores. No dia que todo professor da educação básica (com no mínimo licenciatura plena) e superior (no mínimo com mestrado) no Brasil receber um ou mais salários (por exemplo, fixo de 10 salários mínimos líquidos mais variáveis por produtividade e/ou resultados próximos aos ótimos salários dos professores nos EUA e na Coréia do Sul que recebem o equivalente a US$ 60.000 /ano) aliados a excelentes planos de carreiras e aposentadorias (públicas e privadas) juntamente com uma disciplina mais rígida nas escolas para os alunos somada a valorização com meritocracia através de avaliações de currículos, resultados e desempenhos a todos dentro das escolas, quem sabe assim, muitos jovens e demais cidadãos prestarão vestibulares, concursos públicos e demais processos seletivos a esta nobre e imprescindível profissão de professor que formará bilhões de pessoas bem qualificadas para construir uma sociedade mais desenvolvida econômica, científica e tecnologicamente.


Denunciar