Comentário

Sim, a rua é pública, mas não é área de lazer

Por

★★★★★
O SEU DIREITO TERMINA ONDE COMEÇA O DO OUTRO
Entendo que a rua realmente é pública, é um bem de todos.A tranquilidade também é pública. O nosso direito termina onde começa o do outro. Quando as nossas atividades, qualquer que sejam elas, de trabalho ou diversão, perturbam os outros (vizinhos) que ocupam o mesmo espaço, dita o bom senso, que "quando um não quer dois não brigam", assim deveria ser, no entanto havendo um conflito, deveria, na medida do possível, procurar-se a paz por outros meios, como o diálogo. O vizinho que se sentir perturbado com crianças que jogam bola na rua, tomando boladas em suas portas, portões, grades ou veículos, bolas em sua propriedade, de forma insistente, convenhamos, ninguém merece. Entendo também que a polícia, nesse caso é um último recurso, e não o primeiro. Tenha coragem, bote a boca no no mundo, filme ou tire fotos com seu celular, mostre aos pais das crianças a sua indignação. Temos sim o direito de reter as bolas, que caem em nossos quintais e batem em nossos portões de forma insistente, mais como forma de provocar os pais que não querem vigiar os seus filhos e os não os querem por perto. Cabe ao poder público e aos condôminos criarem área de lazer apropriadas com segurança adequados a todos e, mesmo ao poder público, quadras com telas de proteção. Quando não conseguir por outros meios a tranquilidade desejada, não hesite, procure a Polícia Civil em uma Delegacia próxima, acione a Polícia Militar,e se for via pública até Guarda Municipal para fazer uma ocorrência formal.