Comentários (28)
Por

★★
TST X CREA X MTE
Só para argumentar.
Em São Paulo - SP o próprio ministério do trabalho não permite que TST assine PCMAT.
Por

★★★★★
TST
acredito que esta discussão servirá como base para que nossa categoria possa ter um sindicato que cuide de nosso piso salarial pois em BH estamos a deriva do mercado onde as empresas deveria ser nossa aliada e não nossa opressora.
Por

★★★★★
Ótimo artigo
Parabéns pelo artigo, elucidou muitas dúvidas à respeito de controversa matéria!
Por

★★
Crea
Ficou uma dúvida, o técnico de segurança do trabalho pode ou não possuir registro no CREA ?
Acontece que algumas empresas exigem esse registro.
Por

1 de 1 pessoas acharam esta avaliação útil
★★★★★
Aquisição do CREA
Boa tarde, já sou formada e gostaria de ter um registro no Crea, há 2 anos não pago, eu posso ainda preencher um formulário? vou pagar multas por não ter anuidade?, estou um pouco perdida, por favor me oriente claramente se possível como devo proceder. sem mais grata pela atenção
Resposta do autor

Prezada Angélica, como o registro no CREA para os TST é ilegal e os mesmos não podem exercer a profissão com ele, não possuo tal registro e não tenho a menor ideia de como proceder para obtê-lo.
Aconselho você a procurar o próprio CREA.

Por

Carteira antiga
Eu utilizo até hoje a minha boa e velha carteira conseguida em 2003 após formação dei entrada no MTe e a possuo desde então.E também acredito que somente sendo coagido para alguem fazer carteira no CREA
Por

Registros em Conselhos
Eu não entendo o porquê dessa obsessão dos TSTs em se inscreverem junto aos CREAS... No meu ponto de vista, seria a mesma coisa que tentarem se inscrever nos CRMs, CRCs, na OAB e outros Conselhos que não o deles... Não é mais fácil criar o Conselho dos Tecnicos de Segurança do Trabalho (CRTST) assim como tem os Conselhos Regional de Farmácia, que nada tem haver com o dos médicos, assim como tem o Conselho Regional de Enfermagem e outros?
O CREA aceitar inscrição e dar condições para Técnicos de Segurança do Trabalho assinarem Responsabilidade Técnica sobre algum programa restrito à Engenharia é no mínimo uma incoerencia ou vontade de faturar em detrimento daquilo para o qual foi Criado.
Primeiro quem criou os tópicos sobre Segurança do Trabalho, foi o MTE e não os CREAs ou o CONFEA, então compete ao MTE ditar o procedimento operacional para os TSTs.
CREAs e CONFEA, não sejam usurários, mantenham sua linha e una-se aos Órgãos representativos da CLASSE DE ENGENHEIROS apenas.
Conhecam todas as Associacões que congregam Engenheiros e deem mais participação nelas.
Por

Cada Profissional em seu devido lugar
Em primeiro lugar como pode tantos técnicos de segurança estudarem e ainda não aprender durante o curso que cada profissional ocupa seu lugar, pois estas discussões não levam a nada, pois já está garantido por lei que o Engenheiro independente de sua formação bem como os técnicos em várias modalidades de operação necessitam de registros no crea, o que não é o caso de técnicos de segurança que devem ter o registro no Mte, o que mais me deixa indignado é porque o próprio ministério do trabalho não se manifesta como órgão público federal, que afinal tem autoridade federal para isso, por que o crea não basta de uma autarquia, ou respectivo conselho de classe com fins lucrativos, pois o crea é um órgão que só valoriza engenheiros, até mesmo os técnicos em outras áreas são indiferentes para este órgão que pensa que tem o rei na barriga, pois técnico em eletrotécnica e técnico em segurança, e tenho registro no crea na minha modalidade como eletrotécnico e afirmo que só querem nossa anuidade não fazem nada pelos técnicos, agora onde está o ministério do trabalho que age a respeito, pois este órgão está passando por cima das leis determinadas pelo Mte, e infelizmente o tem deixa os técnicos na mão, afinal parece que o próprio ministério do trabalho não está nem ai para os técnicos de segurança, que órgão de classe e esse que não se manifesta em favor de seus inscritos, e isso sem falar nos sindicatos e fenatest o que estão esperando para cobrar uma ação mais emergente do Mte, afim de sanar essas discussões. pelo que vejo só vejo entidades cobrando anuidades e mensalidades, mais o que precisam não fazem, afinal a quantos anos já existem os técnicos de segurança, o ministérios do trabalho já retirou até nossa carteira de identidade profissional, e vem com essa de registrar em carteira profissional, vejo que muitos olham apenas para a carteira de identidade do crea, que sendo sincero não serve pra nada, só dizer que temos uma carteira para pagarmos anuidades, agora minha maior indignação é, onde estão todos os técnicos de segurança que não fazem uma manifestação forte em frente ao congresso ou até mesmo no ministério do trabalho afim de que eles reconheçam a profissão de técnico de segurança e nos devolvam um documento de identidade de respeito, e assim passamos por cima dessa carteira do crea que não deixa de ser um órgão de fins lucrativos e querem ficar barrando os profissionais do mercado, o crea acha que só eles são os bons do mercado..isso veja o exemplo dos arquitetos que saíram desse órgão, por que também sofriam nas mãos do crea, afinal de contas segurança do trabalho tem que ser supervisionado pelo ministério do trabalho,,vamos fazer uma grande mobilização em frente a estes órgãos do ministério do trabalho afim de sermos reconhecidos, olhem o exemplo dos corretores de seguros que o ministério da fazenda tirou a carteira de identidade deles e eles se unirão e recuperaram o direito de ter um documento de identidade, Sindicatos e fenatest se organizem e façam valer nossos direitos como técnicos de segurança do trabalho, e cortem as asas do crea pois já estão querendo voar alto de mais...rsrs, desculpe o termo. vamos dar nossos votos aos políticos que estiverem lutando por nossos direitos..eles querem votos não é então façam por merecer meu voto vai para que garantir nossos direitos profissionais além de outros é claro, então pessoal, cada macaco no seu galho, engenheiro se registrem no crea,e técnicos no tem, até o mec definir de quem será a competência de fiscalizar os tecnólogos que pra mim é um grande avanço em nossa área, pois pelo menos são de nível superior, lembrando que o engenheiro de segurança do trabalho não tem tanta formação assim nessa área pois o curso deles é apenas um complemento em pós graduação que tem normalmente uma carga horária de 360horas as vezes um pouco mais, ou sejam, tirando o curso de engenharia de segurança do trabalho tem menos formação que um técnico de segurança que tem 1200horas de formação, então engenheiros não são deuses dessa área, ou melhor façam o que está determinado pela lei respeitando as demais profissões. Lembrando que se engenheiros fossem tão bom assim não veríamos prédios caindo..desculpem me por esta frase, mais apenas um desabafo.
Por

Quem quer um CREA?
Sobre a questão te TST ter CREA, quando verem uma empresa exigindo tal absurdo transformem isso em uma denúncia contra o CREA-MG, pois assim eliminaremos na justiça essa pressão e/ou tentativa de aliciar os profissionais técnicos de Segurança do Trabalho. Pois é se não indecente é muito mais ainda ridículo pagar para um conselho de classes que não é o seu e que jamais você como TST será o foco, jamais terá direitos iguais. O artigo 2º da Lei 7.410 de 27 /11/85: Ao possuidor de registro de Supervisor de Segurança do Trabalho, expedido pelo Ministério do Trabalho, até a data fixada na regulamentação desta Lei.

Precisa explicar mais sobre um direito seu TST que é gratuito, ter que pagar para conselho de outros (Engenharia) que limitará no seu estatuto. Temos que aprender defender o que lhe beneficia, não o que lhe prejudica quanto categoria, se quer um CREA como técnico, saia da categoria e seja um Mecânico ou Eletrotécnico ou Instrumentista, e boa sorte! Não sejamos ridículos, o PPRA e PCMAT é seu direito de produzir, não abra mão disto, denuncie ao MPT ou ao seu Sindicato local quanto categoria. A FHIEMG [http://www.fiemg.org.br/Default.aspx?tabid=3862&mid=8956&newsType=Detail&Param=37562]esta incentivando isto? Denunciem-na também ao SINTEST-MG, para deixar de ser mal e viciosa.

Teremos nosso proprio conmselho a ser conseguido pela FENATEST=, apoem seu sindicato da categoria filiando-se ao mesmo, o preço de não participar da política é serem governados por quem não lhes representa como o CREA. Não permitam!
Por

TST x CREA
Sou formado em TST a 25 anos e em todos esses anos vejo a "briga" de ter ou não o registro no CREA. Até hoje, 15/07/2013 eu não tirei meu CREA e agora me vejo obrigado a faze-lo devido a uma excelente empresa a qual vai me conceder um bom salário exigir o tal registro. Hoje mesmo já dei entrada.
O que vejo é o seguinte, as "forças" sindicais só falam do certo e ou errado, mas não fazem o que é necessário. Eu devo perder um ótimo emprego só pq não vou tirar o CREA?
Após 25 anos vendo e ouvindo blá blá blá, certo ou errado, proibido ou não, terei meu CREA.

Comentar Ver todos 28 comentários