Comentários (33)
Por

INFORMAÇÃO SOLICITA
COM O DEVIDO RESPEITO, VENHO SOLICITAR INFORMAÇÕES NO SENTIDO DE SABER COMO LEGALIZAR A SITUAÇÃO DE UM TST, JUNTO AO CONSELHO, BEM COMO SABER OS CUSTOS QUE ESSE REGISTRO GERARIA.
SOU UMA PESSOA COM DEFICIÊNCIA FÍSICA, E DESEJARIA SABER QUAIS AS POSSIBILIDADES DE UMA PESSOA DEFICIÊNCIA CONSEGUIR UM EMPREGO.
NA EXPECTATIVA DE PODER CONTAR COM VOSSA COMPREENSÃO E COLABORAÇÃO, ANTECIPO AGRADECIMENTOS - MEU TELEFONE 44-8443,040L=1
Por

PPRA
A norma Regulamentadora diz: 9.3.1.1 - A elaboração, implementação, acompanhamento e avaliação do PPRA poderão ser feitas pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT ou por pessoa
ou equipe de pessoas que, a critério do empregador, sejam capazes de desenvolver o disposto nesta NR.

Conheço muitos TST que elaboram o Programa e assinam e como eu ja passei por fiscalização por parte do MTE e o PPRA foi aprovado.
Por

Resposta ao EST Josevan
Caro Josevan:
Na época em que este artigo foi escrito a proposição "a categoria encontra-se em mobilização para a criação do Conselho Profissional, cujo projeto encontra-se no Congresso Nacional" era verdadeira, considerando que havia um Deputado Federal (que não conseguiu se reeleger) responsável por esse projeto e com articulação no Congresso Nacional. Na verdade, o tal projeto NUNCA entrou na Pauta para votação. Como sabemos, para que um projeto qualquer seja posto em votação é necessário:
1-Ter um padrinho influente (Deputado Federal);
2-Ser aprovado nas preliminares para ser incluído na Pauta da Câmara dos Deputados;
3-Ser aprovado na Câmara dos Deputados;
4-Seguir para aprovação no Congresso Nacional;
5-Ser aprovado no Congresso Nacional.
Como aconteceu com a criação do CAU - Conselho dos Arquitetos e Urbanistas.

Atualmente esse projeto está parado na gaveta do Diretor da FENATEST: http://fenatest.org.br/comissoes-de-trabalho/
que inclusive, foi candidato a Deputado Federal mas não conseguiu se eleger, ou na gaveta do Presidente do SINTESP:
http://sindicatosintesp.com/acervo-tecnico/

Sabemos também que houve um racha entre o SINTESP e a FENATEST.

Resumindo, devido ao reduzido número de filiados fazendo pressão, hoje os TST estão sem perspectivas para formação do seu Conselho de Classe.

Sucesso para você.
Por

Conselho de Técnicos de Segurança
Prezado Heitor
Em um artigo, você informa que "a categoria encontra-se em mobilização para a criação do Conselho Profissional, cujo projeto encontra-se no Congresso Nacional". Recentemente, o Jaime Silva (SEGTRAB RIO)fez uma solicitação à Câmara para "saber o trãmite da criaç~~ao do Conselho dos Técnicos de Segurança do Trabalho" e recebeu a resposta abaixo:

"De: Coordenação de Relacionamento, Pesquisa e Informação/CEDI [mailto:informa.cedi@camara.gov.br]
Enviada em: quinta-feira, 6 de maio de 2010 18:37
Para: Jaime Silva (SEGTRAB RIO)jaimesilva@patrus.com.br

Assunto: Câmara Responde: OUVIDORIA - Tramite da criação do Conselho Federal dos Tecnicos de Segurança do Trabalho - Solicitação nº 131171
Senhor Jaime:
Agradecemos o seu contato com o Centro de Documentação e Informação (Cedi) da Câmara dos Deputados.

Em atenção ao solicitado, informamos que não foi localizada em nossas bases de dados proposição referente à criação do Conselho Federal dos Técnicos de Segurança do Trabalho, conforme pode ser observado na listagem de proposições que encaminhamos em anexo".
Se os TST´s tem projeto de lei, sugiro informar ao Jaime. Os EST torcem para que os TST criem seu Conselho, pois estão órfãos(Crea não é o apropriado para TST) e o MTE quer ficar livre dos TST´s - vide revogação da NR 27.
At
Josevan - Engº de Segurança do Trabalho
Por

Resposta ao Leandro Costa
Caro Leandro,
Claro que você fez uma excelente escolha. Engenharia Civil está em alta e você poderá depois fazer uma pós em EST;
Aconselho você a enviar curriculo e visitar empresas de construção civil, para estágio ou emprego na área. Esse ramo de atividade é menos burocrático e você poderá visitar obras e conversar com o engenheiro sem muita dificuldade;
Sucesso para você.
Por

Resposta ao Leandro
Caro Leandro Costa,
Aconselho voce a procurar colocação em construtoras. Dependendo do porte da obra, não é exigido experiencia e o acesso ao empregador é mais fácil que numa industria, por exemplo;
Quanto ao curso escolhido foi uma excelente opção. Considero a engenharia civil o carro chefe das engenharias. Parabéns.
Sucesso para você.
Por

O CREA pode ir contra a lei?
Estou confuso, segundo comentários que li aqui mesmo, o TST pode emitir laudos desde que seja registrado no MT, no entanto o CREA proibe este ato. Foi isso mesmo que li ou estou errado?
Por

Atuação do TS
Olá meu caro heitor, meus parabéns pelo belo trabalho que você desenvolve. Acabei esclarecendo várias dúvidas que tinha, por ser um recém formado em TST. Me tire uma dúvida: Estou muito ansioso para atuar na área, mas empresas em que estou passando, estão pedindo experiência.Estou cursando engenharia civil, e gostaria de saber de você, se fiz uma boa escolha, e que opções você me sugere, para que eu possa arrumar minha ocupação na área de TS. Aguardo resposta. Muito Grato.
Por

segurança no trabalho
esta acontecendo muitos acidentes nas construçoes civil,precisamos unir mais nossas forças para eliminar essas causas,esta fazendo muita falta um ministro do trabalho cm o sr almir pazianoto quantas saudes,corajoso e daba autoridade para o tec.agir, pertencemos ao ministerio do tralho nao ao crea, aos tecs, vamos a luta abraçosss
Por

Registro
Muito obrigado pelo esclarecimento, como ja foi dito, era para ser esclarecido nas escolas, mas ao contrario, induz que sejamos registrados no tal crea, fazendo com que não tomemos os lugares dos engenheiros,pois 90% de seus serviços, nós tambem fazemos. As grandes empresas,colocam um engenheiro, e 20 TST,por que sai mas barato, e fazemos as mesmas tarefas, só resta assinar.

Comentar Ver todos 33 comentários