Comentários (1)
Por

Aominação contra a inteligência
É incrível como alguém supostamente tão experiente e erudito consiga compor um artigo tão obscurantista e equivocado.

Não é no conceito de cidade em si que habita a maldade humana, mas no coração do homem, onde quer que ele esteja. Se não fosse assim, não haveria na Bíblia diversas citações sobre cidades na terra e no céu que deveriam ser habitadas pelos filhos de Deus. Sem aqui querer retirar textos da Bíblia de forma descontextualizada para fundamentar teorias insanas (o que é fácil e comumente praticado), é possível ver trechos como:

"...que deveras te abençoarei e certamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus e como a areia na praia do mar; a tua descendência possuirá a cidade dos seus inimigos..." (Gênesis 22:17) [ Note-se: "possuirá" e não "destruirá para viver num jardim"

"Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras [no sangue do Cordeiro], para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas." (Apocalipse 22:14)

A Bíblia é um livro complexo (como todos os livros "sagrados" da humanidade), repleto de conceitos filosóficos e metáforas que costumam ser "pinçados" ao bel prazer (ou interesse mesmo) de homens que buscam suprir sua vaidade intelectual ou fundamentar conceitos equivocados e opiniões pessoais - e altamente contestáveis.

Sim, viva a democracia e o direito de expressão, mas abaixo o obscurantismo.

Comentar Ver todos 1 comentários