Praticidade no atendimento pode ser diferencial na hotelaria

O mercado hoteleiro nacional voltou a atrair investidores para o setor, essa recuperação começou a despontar já no final de 2016 e vem se concretizando ao longo desse ano, com resultados expressivos no primeiro semestre e que também chamam a atenção agora no segundo.

Um dos principais motivos para esse crescimento é o fato de que as empresas estão se preparando para a retomada da atividade econômica e implantando novas estratégias e lançamentos de programas de desenvolvimento. A estabilização econômica no país, que continua com queda das taxas de juros e de inflação faz com que novos fundos imobiliários sejam estruturados e posteriormente desenvolvam novos hotéis, marcando o início de um novo ciclo de oferta hoteleira.

Um ponto bastante positivo sobre a volta de oportunidades para investir em hotéis é que isso tudo acarreta no crescimento da economia nacional por movimentar vários setores em todas as regiões do Brasil. A consequência disso é a geração de empregos diretos e indiretos, requalificação da oferta turística nacional e aumento da demanda hoteleira nos principais segmentos brasileiros que são negócios, lazer e grupos de eventos.

Para o ano de 2018, além do aumento da taxa de ocupação, espera-se que o Brasil atraia ainda mais investidores, aumentando o desempenho das aquisições no mercado hoteleiro, graças a amenização da crise, a perspectivas de melhora da economia e a inovações no setor.

Para manter o ritmo de crescimento e inovações do setor, hotéis e pousadas tem investido cada vez mais no conforto de seus clientes. E quando se fala em conforto não estamos expondo apenas os serviços já conhecidos como por exemplo: serviços de quarto (arrumação e limpeza), café da manhã, estacionamento, manobrista, wi-fi, entre outros. Diante da necessidade apresentada pelos hospedes que não querem deixar a piscina ou outra atividade de lazer para falar com algum funcionário do hotel, foi sugerido um sistema de chamadas sem fio que pode ser instalado em mesas e locais fixos nas áreas comuns do estabelecimento e que quando acionado, solicita a presença de um funcionário pronto a ajudar o cliente.

Diante do avanço tecnológico que vivemos, facilitar a vida dos hospedes tem sido um dos principais motivos de sucesso em várias instituições hoteleiras do Brasil. Sendo um dos males do século a falta de tempo, os clientes não querem perder nenhum minuto de suas férias ou mesmo de seu trabalho durante a hospedagem, por isso, criar um sistema que torne prática sua estadia é uma forma de melhorar o atendimento e, portanto, aumentar a satisfação entre os hospedes.

Esse sistema de chamada sem fio já é bastante utilizado em estabelecimentos comerciais de outros tipos, como bares e restaurantes e chega aos hotéis, pousadas e outros empreendimentos de hospedagem como forma de facilitar a vida de clientes e funcionários, promovendo uma experiencia única para quem o conhece. Mais uma vez o serviço é que pode fazer a diferença na vida das empresas. 

*José Rubens Almeida é graduado em ciências da computação e diretor da AGM Automação, empresa que produz toda a linha de equipamentos de chamada sem fio

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicado
Visualizações
387