“Não estou compondo música apenas pela música”

Uma composição capaz de conectar a criatura ao seu criador despertando nela os sentimentos mais sublimes, independente de sua filosofia ou crença, é uma das finalidades da obra “Vejo a Luz do Mundo Novo”, do Oratório O Mistério de Deus Revelado*. “Não estou compondo música apenas pela música. Estou fazendo-o para assim também pregar a mensagem sempre renovadora do Cristo. O recado moral deste Oratório é o de que, quando estamos sintonizados com Deus, no diapasão do Amor do Cristo, tudo para nós se torna possível”, conforme afirma o autor da obra, o compositor Paiva Netto.

 

A facilidade de identificar o recado de renovação e esperança e entoá-lo de maneira vibrante é também um destaque do autor: “É um Oratório para o povo, e, quando compus Vejo a Luz do Mundo Novo, procurei fazê-lo de tal forma que o povo pudesse cantá-lo juntamente com o coro”.

 

Vanderlei Pereira, que fez o arranjo da composição, conta: “Quando um dos trechos da obra já estava pronto, ele [Paiva Netto] me lembrou: ‘Precisamos colocar letra (referindo-se a Vejo a Luz do Mundo Novo). Vou pedir a um poeta legionário que o faça’. Ocorre que começou a citar os vates que poderiam fazê-lo e constatou que um estava muito distante, outro andava muito atarefado, e resolveu, num relance, que ele mesmo o faria. O surpreendente é que nem bem o disse e, na mesma hora, foi cantando a nova melodia, mas agora com a letra”.

 

DEDIQUE SEU TEMPO PARA A COMPOSIÇÃO “VEJO A LUZ DO MUNDO NOVO”:

  

________________________________

*Oratório O Mistério de Deus Revelado – É uma das obras mais aplaudidas do compositor Paiva Netto. O título nasceu de uma proposta do Espírito Villa-Lobos (1887-1959), em Portugal, por intermédio do sensitivo legionário Chico Periotto, em 6 de maio de 1992. O famoso músico sugerira inicialmente "O Mistério de Deus", ao que Paiva Netto acrescentou "Revelado". Gravado pela National Philharmonic Choir "Svetoslav Obretenov", da Bulgária, sob a regência do maestro Ricardo Averbach, o Oratório superou a marca de 500 mil cópias vendidas, conquistando Disco de Platina Duplo. Em 9 de abril de 2006, teve a primeira audição mundial em inglês na Convent Avenue Baptist Church, em Nova York, Estados Unidos, no Concerto da Semana Santa, sob a regência do maestro e pastor Gregory Hopkins e com a participação do Sanctuary Choir, composto de afro-americanos.

Publicado
Visualizações
482
YouTube