BRASIL esta é sua cara III

Mostrando o porquê o povo é quem ficou com a banana;

Esse impeachment foi encaminhado por um tal de EDUARDO CUNHA, na época Presidente da Câmara dos Deputados e hoje condenado a 15 anos e quatro meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Isto por si só já constitui um fato para quem de fato se acha entendido na acepção mais profunda do conhecimento político e jurídico para cair totalmente em descrédito à facilidade com que este impeachment foi encaminhado e passado a câmara dos deputados.

Como alguém sem moral alguma pode exercer tal ato de tamanha importância e responsabilidade e jogar o país em uma das maiores crises políticas e institucionais? Assim é de fácil dedução o porquê tal ato não deveria  ter qualquer valor probatório pois estava contaminado desde o princípio.

Isto foi demonstrado com aquela fatídica votação na Câmara dos deputados que mais parecia uma brincadeira de coleguinhas de infância contaminada (obviamente combinada) pelo princípio corrupto  como foi demonstrado a posteriori pelos fatos e acontecimentos sistemático sendo até de fácil dedução a antecipação do resultado (que a presidente seria destituída) por quem de fato conhece e tem consciência da matéria.

Assim diante de  um escândalo tão notório e grande como este, nem é necessário comentar os possíveis erros e fatos ridículos  por parte de todo o restante do processo diante de tal princípio equivocado e contaminado em seu início.

Nunca deveríamos (nós do povo) compactuar com tal processo nem que isto fosse feito apenas agora (tarde, pois tudo já foi consumado) por falta de consciência e educação política e institucional e de ter sido enganado em nossa inocência,  pois não devemos envergonhar-se de nossos erros e sim de sermos covardes e não termos humildade para consertá-los.  Fechar os olhos para isto é altamente danoso para que possamos avançar num estado de civilidade na busca para dignificar o bem comum e a humanidade.

Um abraço a todos e lembre-se a educação é a “MULTIPLICAÇÃO DOS EXEMPLOS”.

Publicado
Visualizações
573