Introdução ao Materialismo Histórico Dialético

O Materialismo Histórico Dialético é uma matriz epistemológica amplamente presente no mundo acadêmico atual. Nesse artigo debateremos sobre algumas noções gerais que permeiam esse campo do conhecimento.

A matriz epistemológica materialista abrange os pensadores que interpretam a realidade material como um fenômeno absoluto e continuo. É essa realidade que influencia no psiquismo e a subjetividade das pessoas inseridas no mundo material. As bases dessa corrente são o pensamento dialético e os estudos sobre o mundo material e a atividade humana. (TRIVINOS, 1987).

Frigotto (1994) define o pensamento dialético materialista como um modo de entender a realidade, interpretando os fatos através do plano material e das influencias históricas, ou seja, todo o funcionamento psíquico é reflexo do mundo material, e a investigação cientifica materialista deve se focar no mundo físico e palpável. Para o autor, os pesquisadores materialistas devem sempre ter em mente o intuito de produzir conhecimentos que sirvam como ferramentas de luta para a transformação do mundo, visando o rompimento com a sociedade de classes atual e a instauração de um modo de organização social mais justa.

Pensar na sociedade a partir das noções materialistas é entrar em contato com a organização da conjuntura institucional presente, buscando questionar e transformar para melhor.

Referencias bibliográficas:

FRIGOTTO, Gaudêncio. Metodologia da pesquisa educacional – 3ª ed. - São Paulo: Cortez, 1994.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. O positivismo; a fenomenologia; o marxismo. Atlas, 1987.

Publicado
Visualizações
595
Votos
1